Português

Review Narüko AM+PM Total Brightening Renewal Treatment Mandelic Acid 5%

For English, click here.

Olá! Outra semana está terminando e outra resenha chegou. Desta vez, é uma resenha de um produto multifuncional que funciona como antienvelhecimento, clareador e anti-acne.

Recebi dois produtos da Narüko para testar e resenhar honestamente, com minhas próprias palavras. Se você me segue no Instagram, você deve saber quais produtos eu recebi, mas se você não sabe, aqui estão.

[PORTUGUÊS mais abaixo] _____ _____ I just received these babies from @narukous💕😍 Rachel was so kind to send me them. I cannot wait to use them! ⚠Naruko [ampm] Total Brightening Renewal Treatment Mandelic Acid 5% 30ml ph4.0: With the highest active concentration (in Mandelic Acid range), this treatment has a progressive and significant effect on lightening the skin tone and reducing dark spots. This serum contains 23% of active ingredients, being 5% mandelic acid, 5% gluconolactone + sodium lactate, 3% tranexamic acid (😍) + niacinamide, 10% hyaluronic acid… also contains vitamin B5, licorice, arginine, and 7 essential oils. It seems to be a promising product.💕 ⚠Naruko [ampm] Mandelic Acid Skin Renewal Brightening Mask: Lightens skin tone, refines texture, reduces pores and softens fine lines. Seems to be very good too!😄 Contains mandelic acid, tranexamic acid, arginine, Salix alba bark extract, betaine, allantoin, Licorice, aloe vera, fermented Aureobasidium, hyaluronic acid, 7 essential oils, bisabolol, calendula extract and an extract of a fruit… It is the mask sheet with the best ingredients I've ever had.😍 Thank you very much, Rachel and #Naruko!💞 _____ _____ Recebi da super gentil Rachel, da Naruko, esses dois produtos: ⚠Total Brightening Renewal Treatment Mandelic Acid 5% 30ml ph4.0: "Com a maior concentração de ativos, esse tratamento tem efeito progressivo e significante em clarear o tom da pele e em reduzir spots escuros." Esse serum contém 23% de ativos, sendo 5% de ácido mandélico, 5% gluconolactona + lactato de sódio, 3% ácido tranexâmico (😍) + niacinamida, 10% ácido hialurônico… contém também vitamina B5, Licorice, arginina, ácido lático e 7 óleos essenciais. Parece ser um produto promissor.💕 ⚠Mandelic Acid Skin Renewal Brightening Mask: Clareia o tom da pele, refina a textura, diminui os poros e suaviza as linhas finas. Parece ser muito boa também! Contém ácido mandélico, ac. tranexâmico, arginina, extrato da casca do Salix alba, betaina, alantoina, Licorice, aloe vera, fermentado de Aureobasidium, ácido hialurônico, 7 óleos essenciais, bisabolol, extrato de calendula e extrato de uma fruta. TY, Naruko!💞 #RafaNaruko

A post shared by Rafael Dias (@rafaeldiascosta) on

AM+PM Total Brightening MA 5% e um pacote contendo 5 Mandelic Acid Skin Renewal Brightening Masks.

Parece muito promissor e é indicado para tratar o que muitas pessoas têm dificuldade em tratar: hiperpigmentação e acne. Mas será que realmente funciona? Continue lendo e você descobrirá o que eu acho!

Sobre a Narüko

Se você quiser descobrir um pouco mais sobre a marca, abaixo você encontrará uma imagem informativa explicando. Não vou traduzir a imagem pois leva tempo demais.

A imagem diz tudo, então eu vou deixar que ela fale por sí. Se você não quiser lê-la, continue descendo.

about niu(en)

Ok, vamos prosseguir.

AM+PM Total Brightening Renewal Treatment Mandelic Acid 5%

Então, este produto é como um serum para tratar sinais de idade, manchas escuras e acne.

IMG-20170505-WA0003

Contém 23% de ativos e é o produto mais concentrado da linha AM+PM. Abaixo tem mais informação, direto da própria marca.

mandelic acid en

Os ingredientes chave são 10% de ácido hialurônico, 5% de ácido mandélico, 5% de gluconolactona (um tipo de PHA) e a concentração máxima de ácido tranexâmico permitida pela DOH, 3%. Ele também contém muitos ingredientes bons para a pele, tais como arginina, lactato de sódio, niacinamida, pantenol, extrato de alcaçuz (Licorice) e muito mais.

Eu perguntei a Rachel, da Narüko, se ela poderia me fornecer a concentração de alguns ingredientes e ela me forneceu: Lactato de Sódio 2%, Niacinamida 1%, Panthenol 0,5% e Ácido Lático 0,3%.

Abaixo, você encontrará a lista completa de ingredientes.

Lista de ingredientes

Purified Water (Aqua), Hyaluronic Acid, Butylene Glycol, Mandelic Acid, Gluconolactone, Tranexamic Acid, Propanediol, Arginine, Sodium Lactate, Niacinamide, Panthenol, Lactic Acid, Sclerotium Gum, Glycyrrhiza Glabra (Licorice) Root Extract, Essential Oils of Lavender (Lavandula Angustifolia), Eucalyptus (Eucalyptus Globulus), Marjoram (Origanum Marjorana), Thyme (Thymus Vulgaris), Clary Sage (Salvia Sclarea), Rosemary (Rosmarinus Officinalis) and Hoo Wood (Cinnamomum Camphora), Phenoxyethanol, Iodopropynyl Butylcarbamate.

Análise dos ingredientes

Água Purificada (Aqua): Solvente;

Ácido Hialurônico (10%): um ingrediente de ligação à água que tem a capacidade de preencher os espaços entre colágeno e elastina. Um mega hidratante que pode reter até mil vezes seu peso em água;

Butylene Glycol: Um agente condicionador da pele;

Ácido Mandélico (5%): Um AHA feito a partir do extrato de amêndoas, também conhecido como ácido amígdico, que mostrou ser uma alternativa efetiva dos outros AHAs. Ao contrário do ácido glicólico, o ácido mandélico é sensível à luz e deve ser embalado em um recipiente opaco para permanecer efetivo. O ácido mandélico tem moléculas maiores do que a maioria dos AHAs, mas é menos irritante para a pele e ainda pode fornecer os mesmos efeitos anti-envelhecimento, aceleração da renovação celular, aumentar a produção de colágeno e eliminar as células mortas da pele, mesmo efeitos que os AHAs tradicionais fornecem;

Gluconolactona (5%): Descobriu-se uma nova geração de AHAs, denominados poli-hidroxiácidos (PHA), que proporcionam efeitos semelhantes aos AHAs, mas não causam a irritação sensorial que pode limitar o uso dos AHAs clássicos. Os PHAs foram considerados compatíveis com a pele clinicamente sensível, incluindo a rosácea e a dermatite atópica, podendo ser utilizadas após procedimentos cosméticos. Os PHAs fornecem propriedades adicionais de humectação e hidratação em comparação com os AHAs e podem melhorar a função de barreira do estrato córneo, aumentando a resistência da pele ao processo químico. A maioria dos PHAs também possuem propriedades antioxidantes. PHAs como gluconolactona ou ácido lactobionico podem ser usados em combinação com outros produtos, ingredientes ou procedimentos como laser e microdermoabrasão para proporcionar benefícios adicionais à terapia ou para aumentar o efeito terapêutico.

FonteThe use of polyhydroxy acids (PHAs) in photoaged skin.

Um estudo de uso controlado de 12 semanas foi feito para comparar os efeitos antienvelhecimento entre gluconolactona e ácido glicólico. Mulheres caucasianas com danos UV facias de leve a moderado foram matriculadas no estudo. Elas foram instruídas a interromper o uso de todos os produtos no rosto 3 a 5 dias antes do início do estudo, exceto seu limpador facial comum e produtos de “glamour”. O regime de PHA consistiu em loção diurna de 4% de gluconolactona contendo FPS 15 (pH 3,8) e um creme noturno de gluconolactona a 10% (pH 3,6). O regime de AHA incluiu creme diurno de ácido glicólico com 8% contendo FPS 15 (pH 3,8) e um creme noturno com 8% de ácido glicólico (pH 3,7).

Houve apenas 2 diferenças estatisticamente significativas entre as rotinas: a palidez mostrou maior melhora com o uso de AHA apenas na semana 12 (AHA, 17,1%, PHA, 12,4%) e elasticidade apresentou maior melhora com o uso de AHA na semana 12, apenas (AHA, 13,5%, PHA, 10,2%). O regime de PHA foi melhor tolerado do que o regime de AHA. Formigamento e “queimação” foram significativamente piores nos indivíduos do grupo de tratamento AHA na semana 6 e 12, e o grau de sensibilidade foi classificado pior também no regime de AHA. O estudo mostrou a melhora na suavidade dos PHAs e sua equivalência no fornecimento de benefícios antienvelhecimento em comparação com um regime de AHA.

Screen Shot 2017-06-01 at 12.20.50 PM

Fonte: A polyhydroxy acid skin care regimen provides antiaging effects comparable to an alpha-hydroxyacid regimen;

Ácido Tranexâmico (3%): Nos últimos tempos, o ácido tranexâmico foi dito ter efeitos de clareamento, especialmente em hiperpigmentação induzida por ultravioleta, incluindo melasma.

Um estudo realizado com 50 pacientes iranianos foi realizado. Eles usaram duas fórmulas em cada lado do rosto. Fórmula A com 3% de ácido tranexâmico e Fórmula B com 3% de hidroquinona + 0,01% de dexametasona. Os pacientes usaram cada solução duas vezes ao dia em cada lado do rosto por 12 semanas. Os pacientes foram aconselhados a evitar exposição excessiva ao sol, aplicar um protetor solar de amplo espectro com um fator de proteção solar de 30 ou mais pela manhã e reaplicar o protetor solar a cada 2h (eu aconselho vocês a fazerem o mesmo, estajam usando ácido tranexâmico ou não. Os raios UV são perigosos, gente!).

Após 12 semanas, os resultados foram calculados. Apenas 39 pessoas concluíram o estudo. O índice MASI (Índice de Severidade e Área de Melasma) da linha de base (início) e todas as visitas de reavaliação após tratamento com ácido tranexâmico e hidroquinona + dexametasona são mostrados abaixo.

T2
Fonte

Quanto maior o MASI, maior o grau do melasma. Baseline é o início do tratamento e Week 12 o término. TA group = grupo ácido tranexâmico.

A pontuação MASI da linha de base do ácido tranexâmico foi de 31,68 ± 10,32 e, após 12 semanas, atingiu 10,76 ± 9,43. Além disso, no grupo hidroquinona + dexametasona foi de 29,52 ± 11,72 na linha de base e, após 12 semanas, atingiu 10,48 ± 7,84.

JRMS-19-753-g003
Fonte

Conseguem ver no gráfico como os resultados foram parecidos?

Abaixo você pode verificar o antes e depois de 12 semanas no lado do rosto do paciente tratado com 3% de ácido tranexâmico.

JRMS-19-753-g005
Fonte

O eritema, a irritação da pele, a xerose e a pele escamosa foram os efeitos colaterais do ácido tranexâmico, que foram relatados pelos pacientes. Nenhum GI (náuseas, diarréia e dor abdominal) e queixas graves foram observadas com ácido tranexâmico. Além disso, os pacientes relataram eritema, irritação da pele, secura da pele, descamação, hipertricoses e inflamação como os efeitos colaterais da hidroquinona + dexametasona como você pode ver abaixo.

 

JRMS-19-753-g009
Fonte

 

Foram observados efeitos secundários significativos na hidroquinona + dexametasona em comparação com o ácido tranexâmico (eu já esperava isso, e vocês?).

O objetivo do estudo foi comparar a segurança e a eficácia da solução tópica de ácido tranexâmico a 3% com uma solução tópica de 3% de hidroquinona mais 0,01% de dexametasona no tratamento de melasma. Neste estudo, mostrou-se que o ácido tranexâmico é tão efetivo quanto o efeito cumulativo de hidroquinona e dexametasona no tratamento de melasma, enquanto é mais seguro do que o “padrão-ouro” de tratamento contra o melasma, hidroquinona.

Fonte: Topical tranexamic acid as a promising treatment for melasma.

Outro estudo feito com 23 mulheres com melasma foi feito. Os critérios de exclusão foram a gravidez/aleitamento, a presença de outros distúrbios cutâneos no rosto, o uso de procedimentos médicos estéticos ou agentes despigmentantes no rosto no prazo de 1 mês antes do estudo e uso de ácido tranexâmico dentro de 3 meses antes do estudo .

Elas foram aconselhadas a usar uma emulsão contendo 2% de ácido tranexâmico e uma máscara de tecido (sheet mask? rs) imersa em loção para a pele contendo também 2% de ácido tranexâmico. A emulsão deveria ser usada duas vezes ao dia em todo o rosto e a máscara três vezes por semana, durante 12 semanas. Protetor solar foi uniformemente fornecido e o uso de cosméticos comerciais foi restrito.

Em comparação com a linha de base (início), o grau de pigmentação e a extensão do eritema apresentaram melhorias em 22 dos 23 pacientes após 12 semanas de aplicação de ácido tranexâmico tópico e houve redução significativa no MASI (Índice de Severidade e Área de Melasma) desde a linha de base até qualquer ponto de acompanhamento. A melhora foi significativa entre a linha de base e a semana 4, e entre as semanas 4 e 8. Abaixo, você pode encontrar fotos de três pacientes.

ced12835-fig-0001
Fonte

Uma limitação deste estudo é que não houve grupo de controle de placebo. Mais dados precisam ser obtidos a partir de grandes estudos controlados em dupla ocultação. Além disso, a maioria dos participantes tinham melasma leve com MASI <5, sugerindo que o ácido tranexâmico tópico parece ser útil para aqueles com melasma leve.

A conclusão deste estudo apoiado por uma concessão da Shiseido é que o tranexâmico tópico é eficaz como tratamento para o melasma e o estudo imuno-histoquímico identificou a supressão de ET-1 como um possível mecanismo subjacente à ação do ácido tranexâmico no melasma.

Fonte: Efficacy and possible mechanisms of topical tranexamic acid in melasma;

Propanediol: Pode aumentar a absorção dos ingredientes. Pode ser derivado naturalmente do milho ou sinteticamente. Tem propriedades hidratantes. É bem tolerado e improvável que cause sensibilidade;

Arginina: Um aminoácido semi-essencial que é produzido naturalmente pelo corpo. Funciona principalmente como um antioxidante que ajuda a construir a produção de colágeno, quando aplicado topicamente. Oralmente, pode acelerar a cicatrização de feridas;

Lactato de Sódio (2%): O lactato de sódio é o sal natural derivado do ácido lático. É produzido naturalmente na pele. Funciona como um esfoliante, um ajustador de pH, um humectante e também conservante;

Niacinamida (1%): A niacinamida é um composto eficaz no clareamento da pele que funciona através da inibição da transferência de melanossomas dos melanócitos para os queratinócitos. Melhora a barreira do estrato córneo, diminui a perda de água transepidermal (TEWL). Além disso, a niacinamida é bem tolerada e não está sujeita facilmente a oxidação. Em outras palavras, se você não é alérgico a niacinamida, é sempre um ingrediente bem vindo! Se você estiver interessado em aprender mais sobre este composto, vocês podem verificar esse estudo: A Review of the Range of Effects of Niacinamide in Human Skin;

Pantenol (0,5%): Este estudo mostrou que as formulações contendo Pantenol (1,0% e 5,0%) produziram reduções significativas na TEWL (perda de água transepidérmica) após 30 dias de aplicação.

O pantenol foi relatado produzir um número de benefícios da pele. Em particular, o pantenol promove a cicatrização de feridas, ajuda a restaurar o epitélio danificado, reduz o prurido e a inflamação, melhora a hidratação da pele, reduz a perda de água transepidérmica, melhora a rugosidade da pele e muito mais. Não é totalmente claro como o pantenol atinge todos esses efeitos. Muito provavelmente, grande parte disso é devido à conversão do pantenol em vitamina B5 (também conhecido como ácido pantotênico), um componente da coenzima A, que tem múltiplas funções metabólicas no organismo: ajuda na produção de energia celular; metabolismo de proteínas, gorduras e carboidratos; síntese de ácidos graxos, esteróides, glicose, acetilcolina e assim por diante (Fonte);

Ácido Lático (0,3%): Um AHA extraído do leite. A maioria das formas usadas em cosméticos são sintéticas porque é mais fácil de formular e estabilizar. Em uma fórmula com o pH correto (pH entre 3 e 4) e em concentrações de 5-12%, exfoliará a superfície da pele, quebrando o material que mantém a pele morta em conjunto. Pode causar sensibilidade, mas isso não é comum e pode ser minimizado se a formulação tiver ingredientes calmantes;

Sclerotium Gum: É um polissacarídeo produzido através de um processo de fermentação e pode ser usado para reduzir o nível de óleo necessário em algumas fórmulas. Tem propriedades naturais de suavizar e acalmar da pele;

Extrato da Raiz de Glycyrrhiza glabra (Alcaçuz/Licorice): Usado como um clareador de pele, antioxidante, anti-inflamatório e hidratante. Contém licochalcone, um chalconoide que controla a produção de óleo e ajuda a acalmar a pele propensa à acne. Contém glabridina, um isoflavonóide prenilado que tem sido associado a uma ampla gama de propriedades, como antioxidantes, anti-inflamatórios, clareadores de pele e mais [1].

Glabridin é um composto único que possui mais de uma função; Não apenas a inibição da melanogênese, mas também a inibição da inflamação na pele [2]. Embora a glabridina seja um dos flavonóides do licorice mais estudados, ainda há uma falta de estudos sobre seus efeitos biológicos. O licorice também contém glabreno e isoliquiritigenina, compostos que podem funcionar como inibidores da tirosinase (clareamento da pele) [3].

Óleo Essencial de Lavanda (Lavandula angustifolia): O óleo essencial de lavanda é usado em uma ampla gama de configurações cosméticas e terapêuticas, e os óleos de uma variedade de espécies de lavanda demonstraram ter uma série de atividades biológicas. O óleo de lavanda (principalmente L. angustifolia) foi considerado ativo contra muitas espécies de bactérias e fungos (LisBalchin et al., 1998; Hammer et al., 1999). Também foi sugerido que óleos essenciais, incluindo lavanda, possam ser úteis no tratamento de infecções bacterianas resistentes aos antibióticos. Por exemplo, o óleo de L. angustifolia demonstrou ter atividade in vitro contra MRSA (Staphylococcus aureus resistente à meticilina) e VRE (Enterococcus faecalis resistente à vancomicina) a uma concentração inferior a 1% (Nelson, 1997a).

Fonte: Biological Activities of Lavender Essential Oil;

Óleo Essencial de Eucalipto (Eucalyptus globulus): Possivelmente tem propriedades antimicrobianas e anti-sépticas;

Óleo Essencial de Manjerona (Origanum marjorana): Possivelmente tem ação anti-inflamatória;

Óleo Essencial de Tomilho (Thymus vulgaris): Possivelmente é antimicrobiano;

Óleo Essencial de Sálvia (Salvia sclarea): Possivelmente antifúngico;

Óleo Essencial De Alecrim (Rosmarinus officinalis): Possivelmente antioxidante, adstringente;

Óleo Essencial de Cânfora (Cinnamomum camphora): Fungistático;

Phenoexyethanol: Conservante;

Iodopropinil Butilcarbamato: Conservante.

Muitos óleos essenciais?

Pessoal, vou falar sério com vocês, fiquei com medo quando verifiquei a composição deste produto e vi tantos óleos essenciais (especialmente o óleo essencial de cânfora). Não usei nada assim antes. Sete óleos essenciais? Acho que a medicina chinesa usa um monte de óleos essenciais, estou certo?

Meu rosto é resistente, já usei muitos ingredientes. Mas ainda sou um novato com óleos essenciais. Eu pensei que meu rosto fosse reagir de uma forma ruim a esses óleos essenciais, mas felizmente nada de ruim aconteceu! Eu acho que as concentrações são realmente baixas.

Desencadeadores de acne segundo Cosdna

Butylene Glycol é o único, ele atinge 1 de 5.

Irritantes de acordo com Cosdna

Nenhum conhecido.

Segurança de acordo com Cosdna

Todos eles estão marcados em verde e atingem 1 de 9, com exceção do Lactato de Sódio, Ácido Lático e Phenoexyethanol, que atingem 4 de 9. O Iodopropinil Butilcarbamato atinge entre 4 e 6 de 9.

Embalagem

Ele vem em uma embalagem de conta-gotas normal. A embalagem é feita de cerâmica (penso eu).

LRM_EXPORT_20170602_131158.jpg

É uma embalagem pequena, leve e bonitinha. Nada de especial sobre o seu design.

Texture e perfume

A textura é muito líquida, até o ponto em que você terá que considerar:

  1. Sendo a textura é muito líquida, se você pingar o serum nos dedos, o serum vai correr pelos seus dedos e cair, e você perderá o que usou. Você pode optar por despejá-lo na palma da sua mão;
  2. Quando você abrir o frasco, você terá que pingar a primeira vez para que a gota caia dentro do frasco, caso contrário, ela irá cair “no caminho para o seu rosto/mão” (já perdi umas 5 gotas de produto pois eu abria o frasco e imediatamente levava o conta-gotas ao meu rosto);
  3. A melhor maneira de usá-lo que encontrei foi esperando a primeira gota cair e, em seguida, pingar o conta-gotas diretamente no rosto (testa, bochechas e queixo ou nariz). Mas, por favor, NÃO toque no conta-gotas no seu rosto, isso não é higiênico! Eu vi tantos YouTubers fazendo isso e não é legal.

IMG_20170602_130030845

O produto não é pegajoso e é completamente absorvido na minha pele. Eu não acho que ele deixa um acabamento brilhante/oleoso.

IMG_20170602_130139661

Tem cheiro de plantas e às vezes me faz lembrar alecrim, mas não tenho certeza. É muito leve e não me incomoda. Na verdade, eu até gosto dele.

Como usar

Se você leu a imagem informativa do site da Narüko que eu coloquei no início, você viu que eles recomendam que use quando seu rosto estiver limpo e antes da lotion. Uma vez que este produto é dependente do pH, aconselho você a usá-lo após um produto aquoso de pH ácido, como, por exemplo, um toner facial ou Essence. Para sua informação, uso este produto logo após o Neulii AHA Vita Serum (resenha aqui), que tem um pH de 3.8.

O pH do Neulii torna meu rosto mais ácido, levando a uma melhor performance do Narüko Mandelic Acid. Se o seu limpador facial tiver um pH elevado (superior a 5,5), recomendo que você use um toner com pH baixo ou o que seja antes do Narüko MA, ok?

Enfim, eu quero que você tenha isso em mente: se você quiser uma melhor esfoliação, use um produto que diminua o pH antes. Estamos falando de ácidos, o pH é mais importante do que a concentração. Novamente, o pH deste produto é de cerca de 4, o que é bom.

Atuação

Alguns dias atrás, eu tinha um monstro supremo crescendo no meu nariz e era tão doloroso. Mas fiquei feliz, você sabe por quê? Porque não consigo imaginar o que aconteceria se o monstro tivesse crescido na minha bochecha, por exemplo. Eu teria uma cicatriz enorme no lugar, neste momento. Abaixo você pode ver o monstro.

20170515_215632-1

Essa foto foi tirada em 15 de maio.

Não parece tão ruim quanto eu disse, não é? Mas o conteúdo era interno e muito doloroso. Eu decidi “espremer” quando percebi que era o momento certo. Na verdade, eu apenas estiquei a pele ao redor e o (COISA NOJENTA A SEGUIR) líquido amarelado e grosso saiu. Eu não gosto de tocar na espinha porque eu posso acabar piorando o estado dela, então eu sempre estico a pele ao redor quando eu acho que é o momento certo.

Abaixo há uma imagem do ponto escuro que deixou.

IMG_20170601_154647_800

Esta foto foi tirada em 21 de maio. A qualidade está péssima, mas dá pra ver o quanto manchado ficou.

Ficou um ponto super hiperpigmentado. Terrível… Mas, felizmente, está desaparecendo.

A foto da esquerda foi tirada no dia 28 de maio e a na direita é do dia primeiro de junho.

Como você pode ver acima, o ponto escuro está desaparecendo.

Eu não atribuir todos os resultados que tive ao Narüko Mandelic Acid pois minha rotina também conta com alguns ativos clareadores. Porém NENHUM produto que uso no meu rosto contém ácido tranexâmico ou gluconolactona e eu realmente senti que essa mancha, que na minha opinião foi bem forte, está desaparecendo bem rapidamente.

Considerações finais

Pelo que eu experimentei, esse produto realmente ajudou muito a minha pele. Além de fazer uma esfoliação digna e uma hidratação ótima (10% de ácido hialurônico, amo muito!), ele contém ingredientes que foram provados em ajudar a diminuir as manchas, acne e rugas da pele.

Sua textura é super fluída mas mesmo assim consegue hidratar a pele muito bem.
Em ponto algum eu senti que esse produto irritou a minha pele. Eu esperava pelo menos alguma coceira, mas graças à gluconolactona, que é um ácido que esfolia a pele sem agredir, eu não tive nenhum efeito colateral.

Sobre os óleos essenciais, eu estava sim com medo da minha pele reagir de uma má forma, mas se vocês prestarem bastante atenção, verão que todos os ingredientes abaixo do ácido láctico contém uma concentração menor do que 0,3%. Ou seja, a formulação desse produto foi muito bem pensada e eu admiro muito isso.

Estou orgulhoso em dar 5/5 e também digo que a Narüko é uma das minhas marcas favoritas até agora!

Muito obrigado, Rachel, por me enviar este produto maravilhoso.

Nota: 5/5

LRM_EXPORT_20170602_131317

Se vocês estiverem interessados em adquirir o produto ou dar uma olhada na linha AM+PM, cliquem aqui. Eu não recebo nenhuma comissão por venda e/ou visita ao site Narüko.

Como o frete grátis internacional da Narüko Boutique é apenas para compras acima de 150 dólares, vocês podem adquirir o produto no eBay, clicando aqui.

Este produto foi enviado pela Narüko Boutique para fins de resenha. Todas as opiniões são minhas e a resenha é 100% honesta, como todos as minhas outras resenhas que tenho escrito aqui e no Instagram.

Advertisements

6 thoughts on “Review Narüko AM+PM Total Brightening Renewal Treatment Mandelic Acid 5%”

  1. Olá Rafael, conheci seu blog através da – pele de imperatriz – estou adorando, parabéns. Uma dúvida em outro post vi que, dando as devidas pausas, pode usar a vitamina C e o retinol. O ácido tranexâmico pode ser usado com o retinol ou a vitamina C?

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s